Música Electrónica

Música electrónica é toda a música que é criada ou modificada através de equipamentos e instrumentos electrónicos, como sintetizadores, gravadores digitais, computadores ou softwares de composição. Estes softwares são desenvolvidos de forma a facilitar a criação.

Este estilo de música passou de uma vertente da música erudita (fruto do trabalho de compositores visionários) a um elemento da música popular. Esteve relacionado primeiramente ao rock e posteriormente distinguiu-se como um género musical próprio, o qual era principalmente relacionado com a música popular nos sub-estilos considerados dançantes (techno, acid, house, trance e drum ‘n’ bass, desenvolvidos a partir do auge da música disco no final da década de 70). Actualmente existem várias ramificações do estilo, tanto eruditas como populares.

Pioneiros (1910)

Luigi Russolo

(1885 – 1947) foi um pintor, compositor e futurista italiano, e o autor da “L’Arte dei Rumori” (1913) e “Música Futurista”. Acreditava que a vida contemporânea era demasiado ruidosa e que os ruídos deveriam ser utilizados para música. Por conseguinte, a 11 de Março de 1913, publicou o tratado A Arte dos ruídos (L’arte dei rumori). Ele inventou e construiu instrumentos incluindo intonarumori ( “intoners” ou “ruído de máquinas”), para criar “ruídos” de desempenho, mas, infelizmente, nenhum dos seus originais intonarumori sobreviveu à Segunda Guerra Mundial. Russolo é considerado o primeiro teórico da música electrónica.

.

1945-1960 (Música erudita electrónica)

Pierre Henry

(Paris,1927) é um compositor francês, pioneiro do género de música concreta da música electrónica. Começou as suas experiências aos 15 anos com sons produzidos por vários objectos, e ficou fascinado com a integração do barulho na música. Estudou no Conservatório de Paris entre 1938 e 1948. Entre 1949 e 1958, trabalhou no estúdio Club d’Essai da RTF, criado por Pierre Schaeffer. Durante este período, escreveu a peça “Symphonie pour un homme seul” (1950), em cooperação com Schaeffer e também compôs a primeira música concreta para aparecer num filme comercial, “Astrologie ou le miroir de la vie” (1952). Henry também compôs para vários filmes e ballet.

A sua obra mais conhecida é o álbum experimental “Messe pour le temps présent” (1967), em cooperação com o coreógrafo Maurice Béjart. Uma das músicas deste álbum,“Psyché Rock”, inspirou o tema do desenho animado “Futurama”, dando a entender, para o respectivo criador Matt Groening, que a música eletrónica seria a música do futuro.

.

Edgard Varèse

.

Karlheinz Stockhausen

(1928 — 2007) foi um compositor alemão de música contemporânea e foi considerado um dos maiores compositores do final do século XX por ser o responsável por trabalhos artísticos de uma grandiosidade indiscutível. As suas obras revolucionaram a percepção do ritmo, da melodia e da harmonia. Stockhausen compôs dois estudos de música electrónica (“Studie I” e “Studie II”) com o objetivo de analisar as potencialidades dos sons electrónicos e criar novos timbres sem o auxílio de instrumentos, apenas com a mistura de ondas senoidais (através de um método por ele desenvolvido) e a vibração induzida de uma película com a onda resultante das misturas (princípio da caixa de som).

Das suas obras mais ambiciosas destaca-se o quarteto de cordas com quatro helicópteros, sendo estes os próprios instrumentos da obra. É parte integrante de um trabalho em desenvolvimento durante mais de dez anos. Esta música tem o nome de  “Helikopter-Streichquartett“:

.

John Milton Cage Jr.

(1912 – 1992) foi um compositor, filósofo, poeta, pintor, teórico musical, experimentalista e escritor norte-americano. É o compositor da famosa peça 4’33”, pela qual ficou célebre. Composta em 1952, a peça consiste em 4 minutos e 33 segundos de música sem uma nota sequer.

Foi um dos primeiros a escrever sobre o que ele chamava de música de acaso (o que outros decidiram rotular de música aleatória) – música em que alguns elementos eram deixados ao acaso. Também ficou conhecido pelo uso não convencional de instrumentos e pelo seu pioneirismo na música electrónica. . Os críticos consideraram-no como um dos compositores americanos mais influentes do século 20, pois influenciou muitos artistas de todo o mundo e integrou o movimento Fluxus, que abrigava artistas plásticos e músicos. Também foi responsável pelo desenvolvimento da dança moderna, principalmente através da relação romântica que teve com a coreografa Merce Cunningham.

A sua matéria prima era o óbvio, o quotidiano, ou seja, tudo o que já existe mas que passa despercebido ao sentimento geral. Elevava portanto o barulho/ruído ao status de música, fazendo o mesmo com o silêncio. Procurava  novas estruturas musicais, até descobrir que não precisava delas.

John Cage também era um micologista amador, era adepto de ideiais zen-budistas e era um coleccionador de cogumelos.

If you listen to Beethoven or Mozart, you see that they’re always the same. But if you listen to trafic, you see it’s always different – John Cage.

.

Iánnis Xenákis

(1922 – 2001) foi um engenheiro, arquitecto, teórico musical e compositor grego, naturalizado francês. É reconhecido como um dos mais influentes compositores do século XX. Xenakis foi pioneiro na utilização de modelos matemáticos, como aplicações da teoria dos conjuntos, uso variado de processos estocásticos, entre outros. Na música, teve também uma importante influência no desenvolvimento da música electrónica.

Entre as suas obras mais importantes estão “Metastaseis” (1953-1954), para orquestra, que apresenta peças independentes para cada um dos músicos; obras para percussão como “Psappha” (1975) e “Plêiades” (1979); composições que requerem a dispersão dos músicos entre o público, como “Terretektorh” (1966); obras electrónicas criadas utilizando o sistema Xenakis UPIC; e as performances multimídia maciças (nuvem sonora) de Xenakis, chamadas de “Polytopes“.

.

1970s to mid-80s (Pop Electrónico)

Pink Floyd

foi uma banda de rock britânica do século XX que alcançou sucesso internacional pela sua música rock progressiva. O seu trabalho é marcado pelo uso de letras filosóficas, por composições de rock clássico harmónico e pelos espectáculos ao vivo extremamente elaborados. A banda original era constituída pelos estudantes universitários Roger Waters, Nick Mason, Richard Wrightand e Syd Barrett. A origem do nome “Pink Floyd” deve-se à admiração de Syd Barrett pela arte dos músicos Pink Anderson e Floyd Council, do blues.

Liderada pelo lendário cantor e compositor Syd Barrett, o grupo lançou dois singles, “Arnold Layne” and “See Emily Play” e um álbum de sucesso, “The Piper at the Gates of Dawn” (1967). Já depois de Barrett abandonar o grupo, tendo sido substituído pelo guitarrista e cantor David Gilmour, eles produziram os álbuns que obtiveram maior êxito mundial, como “The Dark Side of the Moon” (1973), “Wish You Were Here” (1975), “Animals” (1977) e “The Wall” (1979).

.

Kraftwerk

(usina de energia em alemão) é um grupo musical alemão que inventou um estilo de música techno totalmente feita e tocada por meio de sintetizadores, tornando a música electrónica mais acessível ao grande público. A banda foi fundada por Florian Schneider e Ralf Hütter em 1970, mas contando sempre com a participação de outros músicos. As suas composições combinam condução, ritmos repetitivos com melodias cativantes, principalmente na sequência de um estilo ocidental clássico de harmonia, com uma instrumentação minimalista e estritamente electrónica.

Kraftwerk foi um dos primeiros grupos a popularizar a música electrónica e é considerado pioneiro no campo. As letras muitos simplificadas do grupo são por vezes cantadas através de um “vocodor” ou geradas pelo software de discurso do computador. Na década de 1970 e início de 1980, o som característico do Kraftwerk foi revolucionário, e teve um efeito duradouro em vários géneros da música moderna. A banda tem sido considerada por alguns como tão influentes quanto os Beatles na sua participação na música popular na segunda metade do século XX. As suas letras lidam com a vida urbana e a tecnologia europeia pós-guerra. Geralmente mínimas, ainda assim revelam celebração e alertas sobre o mundo moderno.

(1974)

(1991)

.

Depeche Mode

é uma banda inglesa precursora de synthpop e pode ser considerada uma dos maiores e mais importantes representantes da música electrónica. Hoje é considerado uma enorme influência para diversas bandas de pop e rock atuais como Smashing Pumpkins, Linkin Park, Lacuna Coil e Deftones. Também é reconhecido pelas suas técnicas de gravação e o inovador uso de samplers.

Depeche Mode era inicialmente formado por David Gahan (vocalista), Martin L. Gore (tecladista, guitarrista, vocalista e compositor a partir de 81), Andrew Fletcher (tecladista) e Vince Clarke (tecladista e compositor de 80 a 81). Vince Clarke deixou a banda após o lançamento do álbum de estreia em 1981, tendo sido substituído por Alan Wilder, membro de 82 a 95. Após a saída de Wilder, anos mais tarde, o grupo continuou a carreira como um trio.

Álbum “Speak and Spell” (1981)

Álbum “Black Celebration” (1986)

Enjoy the Silence” é vigésimo quarto single da banda Depeche Mode, lançado em 16 de Janeiro de 1990, pela editora Mute Records. A canção foi escrita por Martin Gore e foi o segundo single do álbum “Violator”. É, desde 1999, o single pop mais famoso do mundo. A canção ganhou o prêmio de “Melhor Single Britânico” no Brit Awards de 1991.

.

Late 1980s to 1990s
Comtemporâneos

Last Step

http://www.myspace.com/laststep606 (techno)

.

Atom TM

.

Chris Clark

é um artista de música electrónica que tem contracto com a Warp Records. O seu estilo de produção meticulosa toma muito partido de samples de drums ao vivo devidamente manipulados, os quais são usados para construir beats complexos.

.

Venetian Snares

é o principal pseudónimo do músico canadiano de electrónica Aaron Funk. Funk é conhecido por fazer música electrónica normalmente em tempos ímpares (7/4 principalmente).

.

Squarepusher

é o pseudónimo de Tom Jenkinson, um artista inglês de música electrónica com contracto com a Warp Records. Ele é especialista no “Drum and Bass” e “Acid music”, géneros da música electrónica, com uma influência significativa do jazz e da música concreta. Jenkinson apresenta-se ao vivo, tocando com um baixo, um computador e outros equipamentos.
.

Luke Vibert

é um artista e produtor britânico conhecido pelo seu trabalho nos vários sub-estilos da electrónica. Começou a sua carreira musical como um membro dos Hate Brothers, e só mais tarde começou a criar as suas próprias composições. Vibert gravou sob diversos pseudônimos diferentes, tendo sido os mais notáveis, Plug e Wagon Christ.

.

The Prodigy

é uma banda britânica de música electrónica (electronic dance music). Alguns membros do grupo foram considerados pioneiros no género do big beat que alcançou grande popularidade nos anos 1990 e 2000. Eles já venderam mais de 25 milhões de registos por todo o mundo. A banda toma partido de vários estilos que vão desde ravehardcore technobreakbeatindustrial para o rock, nos inícios em 1990, com elementos punk vocais em tempos posteriores. Os membros da banda atuais incluem LiamHowlett (compositor e teclados), Keith Flint (dançarino e vocalista) e Maxim (MC e vocalista).

Algumas das suas músicas mais populares são: “Charly”, “Out of Space”, “No Good (Start the Dance)”, “Voodoo People”, “Poison”, “Firestarter”, “Breathe”, “Smack My Bitch Up”, “Omen”, “Spitfire”, “Invaders Must Die” and “Warrior’s Dance.”

.

Axwell

é o nome artístico do DJ e produtor de house sueco Axel Hedfors, nascido em 18 de Dezembro de 1977. Actualmente reside em Estocolmo e detém a sua própria editora, Axtone. É um dos membros do grupo Swedish House Mafia, juntamente com Steve Angello e Sebastian Ingrosso. Em 2010 Axwell ficou colocado em #10 no Top 100 DJ Poll da DJ Magazine. Os seus singles mais conhecidos são “Feel The Vibe” (2004), “Watch The Sunrise” #3 UK Dance Singles Chart (2005), “Tell Me Why” as Supermode #13 UK Singles Chart (2006) e “I Found U” #6 UK Singles Chart (2007).

.

Estilos musicais associados

Electro

é um género da música electrónica directamente influenciado pela utilização da TR-808, sintetizadores Moog  keytar e samples de funk. Em registos do género estão tipicamente presentes as máquinas de drum e sons electrónicos pesados, privados de voz. Esta é a principal distinção do electro dos géneros anteriormente proeminentes, tais como o disco e o boogie, em que o som electrónico era apenas uma parte da instrumentação, em vez de base de toda a canção.

.

Electronic Dance Music:

Techno

é uma forma de música de dança electrónica (EDM**) que surgiu em Detroit, Michigan (EUA) em meados dos anos 1980.
O estilo surgiu a partir da fusão da música electrónica europeia por artistas como Kraftwerk, com a música Africano-Americana, incluindo funkelectrohouse de Chicago e jazz electrónico. Para além disto houve bastante influência de temas futuristas e de ficção que são relevantes para a vida da sociedade capitalista americana.
Para os produtores, como Derrick May, a transferência do espírito, do corpo para a máquina, é muitas vezes uma preocupação central, essencialmente uma expressão da espiritualidade tecnológica.

.

House music

é um estilo musical surgido em Chicago, nos Estados Unidos, na primeira metade da década de 1980. A origem do nome deu-se devido a esse novo estilo de dance music que surgia e começava a ser tocada no night club chamado Warehouse. Os frequentadores da casa iam às lojas de discos a procura das músicas que ouviam no club e pediam por “aquela música da Warehouse”, até as lojas começarem a encurtar o nome de Warehouse Music, para apenas house. Muitos dizem que o House Music é uma vertente da disco music e da electropop dos anos 70, pois foram estilos de música quase que contemporâneos. Actualmente existem muitas sub-vertentes do house, tais como: Funky-House, Tech-House, Disco-House, Progressive House, Electro-House, Acid house, Soulful House, Neo-Jazz-House entre outros.

O elemento comum de quase toda a “house music” é uma batida 4/4 gerada numa bateria eletrônica, completada com uma sólida linha de baixo (muitas vezes também gerada electronicamente) e, em muitos casos, acréscimos de “samplers“, ou pequenas porções de voz ou de instrumentos de outras músicas. Representa, de certa forma, também uma evolução da disco music dos anos 70.

Acid house

, sub-vertente do house, teve a sua primeira aparição no meio dos anos 80, num trabalho chamado “Acid Traxx“. O Acid House é a mistura de elementos do house com o som pesado e graves fundos do sintetizador Roland TB-303. O termo “acid” deriva do consumo de várias drogas de festa, tais como o LSD (chamado vulgarmente de “ácido”) e o Ecstasy. Este estilo era exclusivamente um fenômeno de Chicago, mas rapidamente os singles cruzaram o Atlântico e o Acid House assumiu o controle nas festas em Londres em 1987 e, a partir daí, o estilo ficou conhecido. Porém, a fim de 1989, o Acid House caiu no abandono, com o desenvolvimento de outros géneros que passaram a ocupar o mainstream.

Músicas de Acid House que mais marcaram: “Pump up the Volume” – M.a.r.r.s; “Fine Time” – New Order; “Meet Every Situation Head on M.e.s.h” – Jack The Tab; “The Only Way is Up”– Yazz; “Acid Trax” – Phuture; “Acid Thunder” – Fast Eddie; “Land of Confusion” – Armando; “Theme From S’Express” – S’Express

.

Rave music

consiste em formas de música de dança electrónica (EDM**).Na maioria das vezes, o termo é usado para descrever a elevada energia da energia, incluindo algumas formas de trance, em que figuram samples, loops e sintetizadores. As formas menos intensas do rave incluem a música ambiente e a música chillout, normalmente utilizadas em áreas separadas conhecidas como “salas de chill” que fornecem um lugar para as pessoas descansarem e relaxarem da dança intensa.
A música rave acompanhou de perto o fenómeno da música house e foi inicialmente considerada como uma combinação de acid house, breakbeat rápido e as formas mais graves da techno. Cedo em 1990, que os esforços por Nebula 2, Acen, Altern-8, The Prodigy, Utah Saints e The Shamen foram bem essenciais para a música rave.
.

Trance

é uma das principais vertentes da música electrónica que emergiu no início da década de 1990. O género é caracterizado pelo tempo entre 120 e 145 bpm, apresentando partes melódicas de sintetizador e uma forma musical progressiva durante a composição, seja de forma crescente ou apresentando quebras. O estilo é derivado do house e do techno, sendo mais melódico do que o techno e tendo normalmente beats mais fortes do que o house. A voz é só por vezes utilizada.

Em geral, a maioria das canções são calmas e de efeito lento e constante na energia-alma e no estado de pensamento. A tradução literal do termo trance para português é transe. O nome foi escolhido devido às batidas repetitivas e pelas melodias progressivas características, que levam o ouvinte a um estado de transe, de libertação espiritual.

Exemplos de artistas de Trance: Khopat (http://www.myspace.com/khopat), Azax Syndrom (http://www.myspace.com/azax) e Shiva (http://www.myspace.com/shivahardrock).

.

Drum and bass

(também abreviado como D&B, DnB ou d’n’b) é um estilo de música de dança electrónica que surgiu na metade dos anos 90 em Inglaterra. O gênero é caracterizado por batidas rápidas, próximas a 170 bpm. No decorrer de sua história, o estilo incorporou elementos de culturas musicais como o dancehall, electro, funk, Hip-Hop, house, jazz, metal, pop, reggae, rock, techno e trance.

A etimologia do termo “Drum and Bass“, ou ainda drum n’bass, vem do inglês, sendo a tradução “Bateria e Baixo”. É a característica marcante das produçōes de drum and bass, em que os principais elementos sāo batidas, de bateria acústica em algumas delas, e som forte e grave do baixo, em basslines contagiantes.

Exemplos de artistas de DnB internacional: Grancher, Cooh (http://www.myspace.com/coohbg), Triamer (http://www.myspace.com/triamer), Lucio de Rimanez (http://www.myspace.com/lucioderimanez1) e The Qemists (http://www.myspace.com/qemists).

Exemplos de artistas de DnB português: Cnetik (http://pt.myspace.com/cnetik), Blast (http://www.myspace.com/blastys), Trex(http://www.myspace.com/djtrex0) e Dkaos (http://www.myspace.com/dkao5).

Notas:

*Warp Record – Warp, normalmente referido como Warp Records, é uma empresa inglesa, pioneira e independente de gravação, fundada em Sheffield, em 1989, notável para descobrir alguns dos artistas mais duradouros da música electrónica.

**EDM – Electronic Dance Music.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: